Cerveja colaborativa: você conhece alguma? Nós apenas começamos…

Cerveja colaborativa é o termo para definir uma cerveja produzida com a colaboração de uma cervejaria (ou mais de uma) no processo de produção. Essa é a nossa primeira, e acredito que teremos muitas, porque é um trabalho fantástico.

No caso desta cerveja, chamada de  Grande Sertão Coquinho Azedo, exploramos um novo sabor vindo do cerrado mineiro, proposta muito bem vinda da Oficina de Cerveja Artesanal, que idealizou juntamente com a Brüder a série “Natural do Brasil”, uma linha de cervejas especiais que utiliza ingredientes da biodiversidade brasileira em suas receitas.

coquinho_azedo

A produção dessa cerveja foi um grande desafio, mas com muita conversa entre os colaboradores, pesquisa e testes, equilibramos o sabor incomum do coquinho azedo, também conhecido como butiá,  na receita da cerveja, mistura essa que deu certo, e o resultado foi uma Fruit Beer.

Bruder_Coquinho_Azedo_02b

Nós apenas começamos…

A ideia de associar frutos e outros elementos da flora brasileira à cerveja é um projeto pensado há alguns anos pelo engenheiro de alimentos João Ávila, da Oficina de Cerveja Artesanal. Ele, além de cervejeiro, atua também como consultor em projetos de uso sustentável destes recursos junto a cooperativas de agricultores em áreas de Cerrado, Amazônia e Caatinga, incluindo a Grande Sertão.

coquinho azedo

A Cooperativa Grande Sertão trabalha com vários produtos da agricultura familiar e do extrativismo, como óleos vegetais, doces, conservas e polpas de frutas nativas, e é claro, o coquinho azedo, matéria prima da nossa fruit beer.

A consolidação do projeto foi quando o Rildo, diretor da cervejaria, topou a ideia de produzir uma cerveja colaborativa, com a Oficina e com a Grande Sertão, que agrega em sua fórmula a sustentabilidade e a originalidade dos sabores do Brasil.

É só o começo…

Coquinho Azedo = cerveja equilibrada

A Coquinho Azedo foi desenvolvida a partir de uma base de cerveja puro malte, com maltes especiais para dar complexidade e com lúpulos de características picantes do tipo saaz. Optamos por não filtrar a cerveja e aplicamos uma grande carbonatação, o que lembra um pouco as tradicionais cervejas tipo bruit.

Bruder_Coquinho_Azedo_01b

A receita da cerveja foi pensada para que o resultado fosse uma cerveja que aceitaria bem a acidez, o perfil aromático e todas as peculiaridades do fruto típico do cerrado brasileiro.
A longa maturação possibilitou uma cerveja clara, refrescante, harmoniosa no sentido visual e gustativo, bem carbonatada para perceber os aromas do coquinho, e extremamente equilibrada e fácil de beber.

 

7 respostas
  1. CARLOS JUNEO SANTOS MOURA
    CARLOS JUNEO SANTOS MOURA says:

    Experimentei hoje a cerveja que comprei nas festas de agosto em Montes Claros e não consegui sentir nenhuma diferença das cervejas comuns, inclusive não consegui observar nenhuma característica que me lembrasse o fruto.

    • Bruder
      Bruder says:

      Oi Carlos, tudo bem? A ideia era de fato buscar apenas as características aromáticas do coquinho azedo. O caráter do fruto é bem forte, e a fruta bem oleosa. Foi preciso cautela para ter aroma presente sem adstringência.

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta