Duas medalhas de prata

A equipe foi para o Festival Brasileiro de Cerveja sabendo que a competição seria acirrada, afinal muita cerveja boa para concorrer: 2.034 rótulos (um aumento de 38% com relação ao ano anterior). Mas logo chegando no concurso o resultado: a American Red Lager manteve sua pontuação do ano passado e uma surpresa, a colaborativa Coquinho Azedo, lançada no segundo semestre de 2016, também foi premiada. Duas medalhas de prata! O resultado foi comemorado, é claro, com muita cerveja, e entre colegas e cervejeiros de muitas cervejarias do país que estão em Blumenau/SC nessa semana para apreciar o festival mais lupulado do Brasil.

Os irmãos Brüder e Patrício recebendo a premiação

O concurso

O resultado do CBC de 2017

O objetivo do concurso do Festival Brasileiro de Cervejas é melhorar a qualidade da cerveja brasileira. Então são premiadas as cervejarias e rótulos que produzam cervejas boas, seguindo as características estabelecidas para cada categoria no Guia de Estilo da Brewers Association. São premiadas todas as cervejas que possuem pontuação suficiente para um ouro, prata ou bronze e por isso, vários rótulos podem receber a mesma medalha. O melhor desse concurso é que no final os jurados – críticos, cervejeiros e sommeliers – apresentam para as cervejarias quais pontos precisam ser melhorados.

A primeira medalha a gente nunca esquece

Com 5 anos de cervejaria conseguimos a nossa primeira medalha de prata com a American Red Lager, no Concurso Brasileiro de Cerveja em 2016. A cerveja tipo Amber Lager, foi criada porque o nosso cervejeiro, o Patrício, estava ansioso em desenhar uma receita nova, numa época em que a cervejaria apenas iniciava seus trabalhos.
Feita com maltes que já eram trabalhados na Pilsen e lúpulo cascade, a Red Lager já surpreendeu desde as primeiras garrafas, e foi aprimorada em complexidade depois do segundo lote, chegando à receita atual, que ganhou o título de melhor Amber Lager no CBC de 2016, medalha de prata na Copa Cervezas de America no mesmo ano, e agora mais uma prata em 2017!

A primeira colaborativa: Coquinho Azedo

Ela foi concebida no ano passado e já ganhou medalha! O trabalho em parceria com a Coorperativa dos Agricultores Familiares Grande Sertão, localizada em Montes Claros/MG gerou bons frutos. A cerveja que a princípio seria apenas comercializada localmente pela cooperativa entrou como rótulo da linha de produção da cervejaria e já está disponível nos estados que comercializam Brüder.
Na receita, o coquinho azedo – fruta típica do norte do estado – tem presença sutil e refrescante. Foi combinado com maltes especiais, lúpulos saaz e alta carbonatação, dando como resultado uma fruitbeer com alto drinkability.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta