A máxima de Lavoisier

“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. A máxima de Lavoisier, famoso químico francês que foi guilhotinado durante a Revolução Francesa, funciona perfeitamente no aproveitamento do bagaço resultante do cozimento do malte para fazer pão e outros alimentos. E não só do bagaço, mas daquela cerva que esquentou na garrafa.

O bagaço e suas possibilidades

whatsapp-image-2016-11-01-at-14-48-07

Para quem não conhece esse é o bagaço depois do cozimento do mosto. Tá certo, também não me apeteceu fazer nada com isso, e a primeira palavra que saiu da minha boca quando vi foi uma expressão que você deve estar demonstrando agora: eca!

Mas pense em outros ingredientes bem mais estranhos da culinária e, no resultado final, as delícias que podem ser criadas e degustadas com mais um elemento cervejeiro.

pão

Essas são algumas receitas que podem ser feitas com o aproveitamento do bagaço de malte: pão ,  kibe , bolo de banana, biscoito, bolinhos de linguiça.

O planeta agradece

O bacana dessa história de aproveitar as coisas que seriam dispensadas na natureza é justamente a postura de que podemos transformar ao máximo as coisas, para que o ciclo de desperdício se reduza. Então, faça o teste. Se acha difícil utilizar o bagaço, comece fazendo uma deliciosa receita com aquela cerveja quente que ninguém bebeu…

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta